Ramon Nobre
Ramon Nobre: Home / O esporte Mossoroense em destaque! / Reumatologista fala sobre relação e benefícios da vitamina D durante o verão

Reumatologista fala sobre relação e benefícios da vitamina D durante o verão

Reumatologista fala sobre relação e benefícios da vitamina D durante o verão

ramonnobre 6 de janeiro de 2017 0 Comentários
06jan
0

Estamos no verão. Época de sol, praia e mar. E também, claro, de cuidar da nossa saúde. Mais do que ir à praia e passar protetor solar, existem diversos benefícios que os raios solares podem nos proporcionar para mantermos um corpo saudável. Um deles é a vitamina D, que em deficiência no organismo pode causar enfraquecimento ósseo, dor e fraqueza muscular, e em casos mais graves, osteoporose. E o verão é uma ótima maneira de fazer com que o corpo produza vitamina D de forma natural.

“A vitamina D, assim como o cálcio e o colágeno são fundamentais na formação e qualidade óssea. Então, níveis adequados de vitamina D é de fundamental importância para manter a saúde da composição óssea. A vitamina D ela é adquirida de duas formas, ou pela exposição solar frequente ou pelo meio de medicamentos, como suplemento vitamínico”, explicou o reumatologista Adolpho Medeiros.

O melhor horário para a exposição solar é no período da manhã até as 9h, e na tarde a partir das 16h. “Lembrando que esses intervalos não são os horários que mais produzem vitamina D, e sim o que não causariam prejuízo a exposição solar, porque não adianta você se expor ao sol, adquirir vitamina D e desenvolver um câncer de pele no futuro”, alertou, Adolpho.

Adquirir vitamina D buscando suplementos vitamínicos deve ser feito apenas em pacientes com necessidade clínica e deve ser prescrito por um especialista.  “Tem muito paciente que gosta de tomar aqueles suplementos que o balconista vende na farmácia. Isso é uma prática perigosa. A vitamina D tem muitos benefícios, como melhora da imunidade, composição óssea, muscular… Todos esses benefícios são perdidos se você tem níveis elevados de vitamina D. Se você toma uma dose excessiva, sem controle, você pode tá perdendo todos os benefícios. Doses adequadas para cada perfil de paciente devem ser definidas pelo médico. Por exemplo, se está grávida, se tem algum problema renal, se tem osteoporose… As dosagens são diferentes. Não pode ser uma receita de bolo. É preciso ter todos os cuidados”, finalizou.

Para evitar correr o risco de adquirir um câncer de pele, é recomendando a exposição ao sol durante 15 a 20 minutos, nos horários já descritos, e após isto, que se faça o uso do protetor solar.

Categoria : Sem categoria

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentário
Nome *
Email *
Web

seis − 4 =